Considerações sobre os felinos do velho mundo tratados como "onças": notas históricas e etimológicas

Autores

Nelson Papavero
(Author)
Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia

Sinopse

Os autores europeus promoveram uma considerável confusão sobre a identidade do felino denominado onça (lonza e outras variantes). Sob este nome foram incluídos o leopardo ou pantera (Panthera pardus (Linnaeus, 1758)), a chita ou guepardo (Acinonyx jubatus (Schreber, 1775)), o lince (Lynx lynx (Linnaeus, 1758)) e o caracal (Caracal caracal (Schreber, 1776), sendo ainda incluída nessa lista a hiena (Hyaena hyaena (Linnaeus, 1758)). O leopardo foi considerado um híbrido entre o leão (leo) e um felino mítico, o pardo (pardus) e diferente da pantera. Por vezes a lonza foi tratada como uma quarta espécie distinta e, por sua vez, atribuída a mais um caso de hibridação. Um apanhado da literatura sobre esses vários animais, desde a Antiguidade, até o século XIX é apresentado. As hipóteses sobre a etimologia dos diversos nomes desses felinos são comentadas. As mais prováveis são as seguintes: (i) para pardo: do sânscrito pṛdākuh (पृदाकु); (ii) para leopardo: do latim leo + pardus, baseado na ideia errônea de ser este animal um híbrido dessas duas espécies; (iii) para pantera: do Sânscrito puṇḍarīka (पु'डर*क); (iv) para lonza: de leontia; a derivação de lynx, comumente aceita, deve ser descartada, por terem o leopardo (ou pantera) e o lince propriamente dito diferentes folclores e aparências; (v) o nome chita, para o Acinonyx, foi publicado pela primeira vez por Garcia d’Orta (1563), por ele registrado na Índia; (vi) para caracal: do turco qarah-qoulaq = orelha preta ( =preto, = orelha); (vii) finalmente, para guepardo - sua designação provém da Língua Franca Mediterrênea ou Sabir gattopardo, alterado para gapardus, gapar(d) e guépard, sendo esta última forma devida a Buffon (1765), que a obteve dos peleteiros parisienses; através da influência de Buffon, o vocábulo passou para as línguas latinas modernas. Palavras-chave: Leopardo, Pantera, Onça, Lince, Caracal, Chita ou Guepardo, Histórico, Hipóteses Etimológicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Capa para Considerações sobre os felinos do velho mundo tratados como "onças": notas históricas e etimológicas
ISSN online
2318-2032

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978-85-7506-308-8
doi
10.11606/9788575063088