Esquecer Peirce?

Autores

Ciro Marcondes Filho
(Author)
Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Palavras-chave:

Semiótica, Teoria da comunicação, Peirce, Charles Sanders

Sinopse

Essa obra mostra que grande parte das teorias da comunicação está fora de moda. Segundo o autor, a semiótica, especialmente a peirceana, aparece como uma das opções mais atuais na área. Entretanto, ela não dá conta das exigências do momento porque está presa a um referencial lógico-matemático que a leva ao logocentrismo a à metafísica, apresenta trilogias vacilantes, sugere um diagrama dificilmente aplicável a conceitos filosóficos abstratos e apoia-se epistemologicamente na religião. O autor expõe suas razões que o levam a afirmar que Charles Sanders Peirce, o filósofo norte-americano que ocupa prestígio quase inabalável por seus estudos linguísticos e sua proposta semiótica, é um lógico, não efetivamente um teórico da comunicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

julho 9, 2021

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)

978-85-7205-192-7

doi

10.11606/9788572051927