Sustentabilidade na USP

Autores

Patrícia Faga Iglecias Lemos
(Organizador)
Universidade de São Paulo. Faculdade de Direito
Fernanda da Rocha Brando Fernandez
(Organizador)
Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tamara Maria Gomes
(Organizador)
Universidade de São Paulo. Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos
Roberta Consentino Kronka Mülfart
(Organizador)
Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Sinopse

As universidades, em sua função primária de construção do conhecimento, devem fortalecer seu papel de intermediárias entre governo local e sociedade, promovendo fóruns de discussão e, principalmente, como importante agente frente a essas mudanças. Assim, é necessária a elaboração de um plano que oriente a organização de seu trabalho para atingir a sustentabilidade. Há mais de 30 anos a Universidade de São Paulo (USP) iniciou suas ações de sustentabilidade e de redução de impactos ambientais. Apesar de as ações ambientais na USP serem reconhecidas institucionalmente desde a década de 1990, foi com a criação da Superintendência de Gestão Ambiental (SGA) que muitas dessas ações relacionadas à sustentabilidade foram oficializadas e tornaram-se parte integrante de programas oficiais para todos os câmpus. Com os desdobramentos da Política Ambiental da USP e dos Projetos Pilotos, bem como de outras iniciativas da SGA, como a inserção da USP no cenário internacional, espera-se que a Universidade seja um exemplo de práticas sustentáveis para a sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Capa para Sustentabilidade na USP

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978-85-906304-2-5