Espaço-tempo da vida cotidiana na metrópole

Autores

Ana Fani Alessandri Carlos
(Author)
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Sinopse

O trabalho tem como pressuposto fundamental o entendimento do espaço geográfico enquanto produto, condição e meio de realização da sociedade, reproduzido ao longo de um processo histórico ininterrupto de constituição da humanidade do homem; este é também o plano da reprodução. Ao produzir sua existência, a sociedade reproduz, continuamente, o espaço. Se, de um lado, o espaço é um conceito abstrato, de outro lado tem uma dimensão real e concreta enquanto lugar de realização da vida humana que ocorre diferencialmente, no tempo e no lugar, ganhando materialidade por intermédio do território. No caso analisado, esse processo se realiza reproduzindo continuamente a cidade que assume, nesse momento histórico, a forma da "metrópole", termo que revela transformações históricas no processo de constituição do urbano. Aqui a noção de cidade adquire uma nova amplitude, aparecendo como categoria central da análise, evidenciando a materialização do processo histórico de produção do espaço geográfico. Então, do mesmo modo que em cada momento da história se produz um espaço, este mostra, em cada momento histórico, uma cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Capa para Espaço-tempo da vida cotidiana na metrópole
Categorias

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978-85-7506-299-9