Poemas da tradição oral trovadoresca da literatura armênia: Nahapet Kutchak

Autores

Deize Crespim Pereira
(Tradutor)
Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Palavras-chave:

Literatura armênia, Poesia trovadoresca, Tradição oral

Sinopse

Este livro apresenta, numa edição bilíngue armênio-português, 38 poemas tradicionalmente atribuídos ao trovador armênio Nahapet Kutchak (Նահապետ Քուչակ ). Trata-se, na verdade, de um conjunto de poemas provindos da tradição oral, os quais foram compostos aproximadamente entre os séculos XIII e XVIII por diferentes trovadores que caíram no anonimato. Os poemas apresentados neste livro são parte integrante desta tradição oral. Conhecidos como hayrens, eles foram compostos aproximadamente entre os séculos XIII e XVIII, e documentados apenas no final do século XIX e início do XX, na época do Romantismo, quando os pesquisadores percorreram os vilarejos da Armênia para recolher estes poemas populares. Os hayrens podem ser classificados, levando em conta sua temática, em três categorias: canções do dia-a-dia, canções de exílio e canções de amor. A maior parte dos hayrens apresentada aqui, porém, é do terceiro tipo, constituindo canções de amor, as quais eram as mais cultivadas e as mais populares entre o povo armênio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

março 25, 2022

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.